Novidades

Tenha cautela ao consumir adoçantes

22/02/2018

Substituir o açúcar por adoçante é uma das primeiras atitudes de quem quer perder peso. Mas é preciso ter cuidado, pois o fato do adoçante ser menos calórico do que o açúcar não quer dizer que seja mais saudável. O Guia Alimentar para a População Brasileira é claro: devemos sempre dar preferência ao consumo de alimentos na forma mais natural possível, com o doce próprio de cada um.

Existem diferentes tipos de adoçantes, de acordo com as substâncias presentes, que podem ser aspartame, sacarina e sucralose. O aspartame é o mais comum e está presente inclusive em refrigerantes diets ou os chamados zero açúcar. Os naturais são obtidos sem qualquer tipo de reação química, a exemplo da estévia, que vem da planta.

A coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Michele Lessa, explica: “o adoçante geralmente é usado nos casos confirmados de diabetes e seu uso deve ser indicado por médico ou nutricionista. Fora isso, ele não é recomendado”.

Para quem quer perder peso, não há comprovação de que o adoçante contribua para o emagrecimento. As pessoas que optam pelo adoçante precisam ao menos escolher aqueles de origem natural. Porém, o ideal mesmo é que vá reduzindo aos poucos a quantidade de açúcar até perceber que os sabores naturais são mais gostosos.

Saiba mais em: http://www.blog.saude.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=53110&catid=579&Itemid=50218