Blog Multiscan

Notícias

10/10/2017

Outubro Rosa 2017 faz alerta às jovens

Além de alertar a população para a importância da detecção precoce do câncer de mama, o Outubro Rosa 2017, coordenado no Espírito Santo pela Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer-Hospital Santa Rita de Cássia (Afecc-HSRC), faz este ano um importante alerta para as mulheres jovens: hoje, 36,4% dos diagnósticos de câncer de mama registrados na Afecc-HSRC são em mulheres na faixa etária dos 20 aos 49 anos de idade.

Portanto, é fundamental a atenção à saúde desce cedo. Ir ao médico, seguir as orientações prescritas e os exames indicados por ele, que serão norteados pelo histórico familiar da paciente e outros fatores observados na consulta.

A faixa etária que apresenta o maior número da doença é a de 45 a 49 anos, seguida das mulheres entre 55 a 77 anos e depois de 50 a 54 anos de idade.

Em dados percentuais, ou seja, pegando todas as faixas etárias (20 anos em diante), de 2013 para 2014 houve um aumento de 12,19% (64 novos casos) e de 2014 para 2015 o aumento foi de 1,18% (7 novos casos). Já de 2013 para 2015 esse aumento foi de 13,52% (71 casos novos da doença), com registro de um caso em uma jovem na faixa etária de 20 a 24 anos de idade.

ORIENTAÇÃO - Durante todo o mês de outubro, palestras, prestação de serviços, realização de exames e diversas ações voltadas para o alerta e a conscientização sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama serão realizadas sob a coordenação da Afecc-HSRC.

O Multiscan é patrocinador do Outubro Rosa e, dessa forma, contribui com as ações da Afecc-HSRC. Acesse www.afecc.org.br e veja a programação oficial do movimento deste ano e os programas sociais desenvolvidos pela instituição.

CÂNCER DE MAMA - É o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.

 
Estimativa de novos casos de câncer de mama no biênio 2016/2017, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca): 57.960

Previsão de número de mortes para o biênio 2016/2017, segundo o Inca: 14.388, sendo 181 homens e 14.206 mulheres.

Somando todos os tipos de câncer, a previsão para este biênio é de surgirem cerca de 600 mil novos casos da doença no Brasil.


NO ESPÍRITO SANTO - Estimativa de 1.010 novos casos de câncer de mama em todo o Estado, sendo 140 na capital.

Somando todos os tipos da doença, a estimativa é de 12.040 novos casos no Espírito santo, sendo 1.240 na capital.

 

FATORES DE RISCO

  • Casos da doença na família.
  • Primeira gestação após os 30 anos.
  • Não ter tido filhos.
  • Primeira menstruação precoce.
  • Menopausa tardia.
  • Obesidade.
  • Uso de álcool.
  • Uso de cigarro.

 

 COMO PREVENIR

  •  Coma alimentos saudáveis, como frutas e verduras, e reduza as gorduras.
  • Mantenha o peso normal.
  • Evite a primeira gestação após os 30 anos e só tome hormônios com acompanhamento médico.
  • Realize o autoexame mensal, porém, o mais importante é o exame médico anual e a mamografia.
  • Havendo casos de câncer de mama na família, use esse conhecimento para buscar orientação médica, principalmente, após os 30 anos.

 

 SINTOMAS

  • A principal manifestação da doença é o nódulo, fixo e geralmente indolor.
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja.
  • Alterações no bico do peito (mamilo).
  • Saída de líquido anormal dos mamilos.
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço.

ATENÇÃO: Esses sinais e sintomas devem sempre ser investigados. Porém, podem estar relacionados a doenças benignas da mama.

imagem

Voltar
Vitória: (27) 2104-5000
Vila Velha: (27) 2104-5000
Serra: (27) 2104-5000
Vitória: Rua José Teixeira, 316 – Praia do Canto
Vila Velha: Rua Henrique Moscoso, 417 – Praia da Costa
Serra: Rua Euclides da Cunha, 478 - Parque Resid. Laranjeiras