Blog Multiscan

Notícias

27/06/2016

Aproveite as frutas típicas do inverno

Laranja, morango, caju, tangerina, kiwi, banana, pera, maçã, uva, figo, abacate, limão e caqui. Essas frutas são consideradas típicas do inverno e são ricas em vitamina C, o que é ótimo para aumentar a imunidade e também ajudar na proteção contra doenças cardiovasculares, dos olhos e até na proteção contra o envelhecimento da pele.

Veja, abaixo, alguns benefícios da vitamina C:

 

Propriedades antioxidantes

A vitamina C é capaz de diminuir ou neutralizar os efeitos dos radicais livres, substâncias naturalmente produzidas pelo corpo humano e que provocam danos em diversas estruturas, responsáveis por muitas doenças crônicas e degenerativas, como  câncer ou  mal de Alzheimer.

 

Proteção contra doenças cardiovasculares

Também em virtude de suas funções antioxidantes, a vitamina C trabalha contra o acúmulo de colesterol nas artérias, de modo que a arteriosclerose e a hipertensão arterial são evitadas ou aliviadas por níveis saudáveis de vitamina C. Essa propriedade diminui o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como o temido infarto do miocárdio.

 

Saúde ocular

Os olhos são estruturas severamente atacadas pelos radicais livres em virtude de sua constante e intensa exposição à luz. Nesse sentido, são especialmente beneficiados pela proteção da vitamina C, cujas propriedades antioxidantes evitam doenças como a catarata.

 

Beleza

As funções antioxidantes também trabalham em favor da beleza, combatendo efeitos indesejáveis do envelhecimento, sobretudo na pele. A degradação da pele é retardada por níveis saudáveis de vitamina C, de modo que as rugas demoram mais a aparecer. A vitamina C ainda é responsável pela produção de proteínas importantes para o cabelo e para as unhas.

 

Sistema imunológico

O efeito mais conhecido da vitamina C é a prevenção de doenças como a gripe, devido às suas funções na manutenção de um sistema imunológico forte.

 

Combate aos efeitos do estresse

Acredita-se que a vitamina C é capaz de provocar uma diminuição nos níveis de cortisol, hormônio que é estimulado pelo estresse e responsável por muitos de seus efeitos nocivos. Ainda que a redução do stress seja indispensável, suas consequências negativas podem certamente ser aliviadas por bons níveis de vitamina C.

 

Regulação do metabolismo

A vitamina C regula vários aspectos do metabolismo, dos quais os mais significativos são a absorção do ferro e o controle dos níveis de açúcar no sangue. Desse modo, a vitamina C colabora para níveis saudáveis desses nutrientes no sangue, beneficiando pacientes com anemia e pessoas diabéticas. 

 

Queima de gordura

Acredita-se que há benefícios da vitamina C em relação a duas coisas importantíssimas para quem procura perder peso. Em primeiro lugar, verificou-se que a quantidade de gordura queimada durante os exercícios é maior em pessoas com bons níveis de vitamina C. Em segundo lugar, há consideráveis evidências de que a falta de vitamina C dificulta a perda de gordura abdominal, que para muita gente é mais difícil de perder, além de ser a mais perigosa para a saúde. Mas atenção, a vitamina C não provoca a perda de peso por si só, apesar de suas funções benéficas. Esses efeitos só serão significativos se acompanhados de um significativo déficit calórico diário.

 

Ganho de massa muscular

Níveis saudáveis de vitamina C certamente ajudam no ganho de massa muscular. Em primeiro lugar, deve-se considerar os efeitos positivos das funções antioxidantes da vitamina C, que protege os músculos dos radicais livres, que são liberados em grande quantidade após os treinos de resistência muscular. Também após o treino, a vitamina C colabora para a diminuição da dor nos músculos, permitindo ao atleta ter mais conforto após treinos pesados. Mais importante, porém, são os benefícios da vitamina C na diminuição dos níveis do hormônio Cortisol. Baixos níveis de Cortisol colaboram para o aumento dos níveis de Testosterona, hormônio importantíssimo para o crescimento dos músculos. Entretanto, recomenda-se cautela e moderação com a vitamina C. Há evidências para acreditar que níveis altos dessa vitamina, obtidos por meio de suplementação, podem diminuir a performance dos atletas durante os treinos.

 

Dose necessária de vitamina C

A dosagem mínima necessária de vitamina C varia conforme a idade, o sexo e outros fatores. Em crianças e adolescentes, a dosagem necessária aumenta conforme o crescimento, variando de 15mg por dia até 65mg por dia. Em homens adultos, a dosagem mínima é de 90mg por dia, enquanto para mulheres adultas 75mg por dia são suficientes.

Certas condições, porém, exigem dosagens maiores. Mulheres grávidas, por exemplo, precisam de 85mg por dia, quantidade que aumenta para 120mg por dia quando as mulheres estão amamentando. Para fumantes, o nível mínimo pode ser bem maior, a variar conforme a intensidade do consumo de tabaco.

Acredita-se, porém, que dosagens maiores podem potencializar os benefícios da vitamina C. As pesquisas quanto a isso são ainda muito cautelosas, mas estima-se que uma dosagem de 500mg por dia seja segura. É importante observar, porém, que a vitamina C é uma vitamina hidrossolúvel, e por isso não pode ser armazenada pelo corpo como as vitaminas lipossolúveis. Dessa forma, a obtenção das necessidades diárias é absolutamente necessária.

 

Excesso de Vitamina C

Os efeitos de uma quantidade alta demais de vitamina C podem variar de pessoa para pessoa, conforme a sensibilidade. Ninguém deveria ingerir mais que 2000mg por dia, porém, para evitar o risco de diversos sintomas desagradáveis e prejudiciais.

Os sintomas não são muito perigosos, uma vez que o corpo elimina o excesso de vitamina C facilmente. Entretanto, as pessoas afetadas por uma overdose de vitamina C podem passar por um quadro de indigestão, frequentemente acompanhado de náuseas e de diarréia. Fadiga e insônia também são frequentes efeitos do consumo exagerado de vitamina C.

Problemas mais graves podem acontecer em pessoas que já sofrem com certas doenças. Quem tem um histórico de cálculos renais deve limitar o consumo de vitamina C, uma vez que as pesquisas apontam que níveis altos demais podem agravar o problema. Pessoas que sofrem com níveis muito altos de ferro no organismo também devem evitar níveis altos de vitamina C, sob risco de levar a doença a níveis críticos.

 

Procure um nutricionista ou peça indicação ao seu médico para saber como ingerir a quantidade de vitamina C mais indicada para você.

 

 

 

 

 

imagem

Voltar
Vitória: (27) 2104-5000
Vila Velha: (27) 2104-5000
Cariacica: (27) 2104-5000
Serra: (27) 2104-5000
Vitória: Rua José Teixeira, 316 – Praia do Canto
Vila Velha: Rua Henrique Moscoso, 417 – Praia da Costa
Cariacica: Rua Getúlio Vargas, 57 - Campo Grande
Serra: Av. Bnh, 1025, Loja 02 - Parque Res. Laranjeiras