Blog Multiscan

Notícias

27/04/2016

Atenção ao surto da gripe H1N1

Além do Zika vírus, o Brasil está enfrentando outro sério problema de saúde pública: o surto da gripe H1N1, também conhecida como gripe suína. De acordo com o Ministério da Saúde, essa gripe já atinge 13 estados e o Distrito Federal, totalizando cerca de 700 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), provocada pela Influenza A (H1N1). 

A temporada de gripe costuma chegar ao Brasil entre maio e julho, quando as temperaturas ficam mais baixas. Mas, este ano, a doença começou a se manifestar mais cedo, logo no início de fevereiro. Além da antecipação do surto, também tem chamado a atenção o número de vítimas fatais. Em dois meses, o vírus matou 102 pessoas no Brasil, sendo o Estado de São Paulo o mais atingido, com 70 óbitos.

 

Em 2009, a Organização Mundial de Saúde emitiu um alerta de pandemia devido a um surto de H1N1 que causou a morte de cerca de 18.500 pessoas em 241 países. No Espírito Santo, a 1.ª morte por H1N1 foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), no dia 12 de abril, e até a data de hoje (27/4) foram registradas cinco mortes.  

 

Diante do ocorrido, o Governo do Estado antecipou o calendário de vacinação. Pelo menos 679 mil pessoas devem ser imunizadas no Espírito Santo até o dia 20 de maio. O primeiro grupo a receber a dose foram os trabalhadores da saúde, as gestantes e as mulheres no período até 45 dias pós-parto. Após o dia 30 de abril, a vacinação foi destinada a todos que compõe o grupo prioritário da campanha, composto por pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas (diabetes, hipertensão, entre outras).

 

Sintomas

· Febre
· Tosse
· Dor de garganta
· Dor no corpo
· Mal estar

 

Atenção: Tanto a Influenza A (H1N1) quanto a Influenza Sazonal (gripe comum) são causadas por subtipos do vírus Influenza e os sintomas são iguais. Então, ao surgirem esses sintomas, procure um serviço médico.

 

Prevenção 

- Lave sempre as mãos com água e sabão.
- Evite colocar as mãos no rosto, em especial na boca e no nariz.
- Cubra o nariz e a boca, com lenço de papel, ao tossir ou espirrar. 

Voltar
Vitória: (27) 2104-5000
Vila Velha: (27) 2104-5000
Cariacica: (27) 2104-5000
Serra: (27) 2104-5000
Vitória: Rua José Teixeira, 316 – Praia do Canto
Vila Velha: Rua Henrique Moscoso, 417 – Praia da Costa
Cariacica: Rua Getúlio Vargas, 57 - Campo Grande
Serra: Av. Bnh, 1025, Loja 02 - Parque Res. Laranjeiras