Blog Multiscan

Notícias

30/12/2008

Eles também têm câncer de mama

Alguns anos atrás se acreditava que somente as mulheres, principalmente as com idade avançada, poderiam desenvolver o câncer de mama. Atualmente, essa falsa crença foi colocada de lado. Apesar de ainda ser uma doença rara entre o sexo masculino, o câncer de mama pode, sim, atingi-los. Os tumores de mama masculinos representam 1% de todos os casos de câncer mamário. Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer – INCA; para cada 100 novos casos de câncer de mama entre as mulheres, um homem é afetado. Ainda que a taxa de incidência seja baixa, o câncer de mama no sexo masculino é, em sua maioria, diagnosticado em estágios muito avançados. “Devido à raridade da doença e ao baixo índice de suspeita, o diagnóstico é retardado em grande número de pacientes. No homem, o câncer de mama é raramente assintomático, porém por não haver uma rotina de exame das mamas masculinas, o diagnóstico é tardio em cerca de 12 meses, o que ocasiona o estágio avançado da doença“ explica a superintendente e médica mastologista do Instituto de Ginecologia e Mastologia do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo e colunista do portal Oncoguia (www.oncoguia.com.br), Dra. Patrícia Teresa Valentini de Melo. Foi um desconforto atípico que levou o vendedor autônomo Walter da Silva, 69 anos, ao médico. “Um dia passei mal do estômago e fui ao meu médico de confiança. Na consulta, ele me perguntou se nada mais me incomodava. Daí eu disse que tinha um carocinho no meu mamilo havia um bom tempo. Ele não doía, não incomodava, não coçava. Só sentia quando eu apalpava” lembra o senhor Walter. Após a retirada do nódulo para a biópsia, ele recebeu o diagnóstico: Câncer de Mama. O câncer de mama, bem como todos os tipos de câncer, é uma doença resultante de uma disfunção celular. Quando desenvolvemos um câncer, determinadas células de nosso corpo passam a crescer e a multiplicar-se desordenadamente, formando um tumor. O tratamento do câncer de mama em homens é semelhante ao de algumas mulheres: mastectomia radical (retirada total da mama), retirada dos gânglios da região axilar, além de sessões de quimioterapia e radioterapia. Assim como as mulheres, muitos homens estão predispostos a ter câncer de mama devido aos fatores de risco. “Normalmente, os fatores de riscos estão associados ao excesso de estrógenos (hormônio feminino) ou diminuição de andrógenos (hormônio masculino)” comenta a Dra Patrícia. Os principais fatores de risco são: Síndrome de Klinefelter: é o principal fator de risco, pois aumenta em50 vezes o risco em relação à população geral. A Síndrome de Klinefelter é uma doença genética em indivíduos do sexo masculino que se caracteriza por: infertilidade, desenvolvimento de seios (ginecomastia) e características sexuais masculinas pouco desenvolvidas (testículos pequenos). História prévia de câncer de mama, Doenças hepáticas crônicas (por alcoolismo ou por uso exógeno de estrógenos em transexuais ou no tratamento para câncer de próstata), Obesidade (devido à maior quantidade de estrógeno biodisponível), Infertilidade, hérnia inguinal congênita, anormalidades testiculares, História familiar positiva para câncer de mama: 30% dos casos de câncer de mama em homens. Doenças benignas da mama: Ginecomastia é considerada um fator de risco apesar de serem necessárias provas mais definitivas, particularmente quando associadas a células atípicas no epitélio ductal do tecido mamário. Radiação ionizante: Particularmente em homens que realizaram radioterapia na infância. Assim como entre as mulheres, a falta de informação e o desconhecimento sobre o assunto ainda são os grandes vilões. Entre os principais sintomas da doença estão: · Aparecimento de uma massa endurecida subareolar (apresentação mais freqüente), indolor, ou no quadrante súpero-lateral, em segundo lugar de freqüência. · Secreção mamária sanguinolenta ou não · Prurido (coceira) ou retração mamilar · Ulceração do mamilo ou pele · Adenopatia axilar (Gânglios ou ínguas axilares) De acordo com especialistas, a única forma de reverter esse quadro é a prevenção. E, para isso, a melhor ferramenta é o auto-exame. Segundo dados do INCA, a identificação tardia do tumor nas mamas chega a reduzir em 50% as chances de cura da doença. Diante de qualquer alteração na mama é importante consultar com seu médico de confiança ou com um médico mastologista, já que em estágio precoce, o câncer de mama, tanto em homens quanto em mulheres, tem 90% de chances de cura. E você, como está cuidando de sua saúde? Conheça quais são os principais exames preventivos recomendados para os homens: · Exames de sangue e glicemia, uma vez por ano como exame de detecção de doenças hematológicas e de diagnóstico de diabetes. · Pressão arterial: Antes dos 50 anos, a pressão deve ser verificada a cada 2 anos; depois dos 50, anualmente. Em caso de histórico familiar de hipertensão arterial, doenças cardíacas ou renais, derrame, diabetes ou se estiver com sobrepeso, verificar anualmente. · Colesterol: um teste sangüíneo que mede o colesterol, incluindo o LDL (colesterol ruim) e o HDL (colesterol bom) pode ajudar a avaliar o risco de doença cardíaca. Começando aos 20 anos, os testes devem ser feitos a cada 5 anos, se os resultados forem normais. Em caso de resultados fora da normalidade ou com história familiar de doença coronariana é importante o acompanhamento médico de perto. · Toque retal, dosagem de PSA total e livre para prevenção de doenças da próstata, precisam ser feitos anualmente, em homens acima dos 45 anos que tenham casos na família. Para aqueles sem antecedentes familiares de câncer de próstata devem fazer o exame uma vez por ano apartir 50 anos. Quem já apresentou alguma doença prostática deve fazer acompanhamento constante. · Sangue oculto nas fezes é um exame que deve ser realizado pelo menos uma vez por ano em pessoas com mais de 50 anos como método preventivo de pólipos intestinais e câncer de cólon e como acompanhamento em caso de confirmação diagnóstica. · Auto- exame das mamas .o tecido mamário também está presente no homem e o exame deve ser realizado mensalmente. Qualquer alteração deve se consultar com um médico de confiança ou um mastologista. · Exames oftalmológicos são importantes para a prevenção do aparecimento de glaucoma e catarata. Consulte um oftalmologista anualmente apartir dos 50 anos, se você for diabético ou tiver histórico familiar de glaucoma. Depois dos 60 anos todos os homens devem fazer o exame preventivo oftalmológico de forma anual. · Exame odontológico deve ser realizado 1 vez por ano para avaliar a saúde dos dentes, gengiva, língua e boca como um todo o objetivo é prevenir o aparecimento de lesões suspeitas ou de câncer sobre tudo em pessoas tabagistas e que consumem bebidas alcoólicas. · Exame dos testículos: o câncer de testículo é o câncer mais comum em homens entre 15 e 35 anos e pode ser curado se detectado precocemente. O auto-exame dos testículos deve ser realizado mensalmente procurando alterações na forma e tamanho, em caso de notar alguma anormalidade deve-se procurar imediatamente um médico. O exame clínico feito pelo médico deve ser realizado a cada 2 anos.

Voltar
Vitória: (27) 2104-5000
Vila Velha: (27) 2104-5000
Cariacica: (27) 2104-5000
Serra: (27) 2104-5000
Vitória: Rua José Teixeira, 316 – Praia do Canto
Vila Velha: Rua Henrique Moscoso, 417 – Praia da Costa
Cariacica: Rua Getúlio Vargas, 57 - Campo Grande
Serra: Av. Bnh, 1025, Loja 02 - Parque Res. Laranjeiras